19/03/2019

carros testados e avaliados

Avaliação | Kia Forte | Multimídia parte 2
NOVO CHEVROLET ONIX
Avaliação | Kia Forte – Cerato | Central Multimídia
Avaliação | Kia Forte – Cerato | 33.940 km
Avaliação | Kia Forte | 33.940 km
previous arrow
next arrow
Slider

Já abordamos em outro artigo o cálculo do Gasto por Quilômetro Rodado  e neste vamos complementar a informação e abordar a importância dele, o quão econômico pode ser saber o quanto custa cada quilômetro rodado do seu veículo.

Antes de mais nada o cálculo do Gasto por Quilômetro Rodado serve para medir o custo x benefício do seu veículo, afinal é ele que te dirá se o quanto de capital investido no veículo está retornando na forma de benefícios.

Comecemos então com o cálculo mais simples aquele que determina quanto se gasta com combustível

 

1 – Constância no gasto com combustível

Esse é o único gasto que obedece uma certa constância podendo até ser chamado de “custo fixo” devido à equação da quilometragem por litro, dependendo diretamente do consumo do seu carro, de quantos quilômetros ele roda com 1 litro de combustível

Cálculos anteriores baseados em testes com um JAC j2 de propriedade do nosso colaborador Eder determinou que o custo por quilômetro rodado variava entre R$ 0,23 até R$ 0,24 por quilômetro rodado nos primeiros meses da compra do carro que ocorreu em abril de 2013 e esse valor foi apurado independente do modo de dirigir, da pressa ou do pé do condutor, rodando em estrada ou na cidade porque tudo isso afetava muito pouco a conta final. Foram verificadas variações de apenas um centavo para cima ou para baixo, a matemática comprovou que aquele stress em dirigir em modo econômico tentando acelerar menos, tentando bater recordes de economia se mostraram pouco produtivos pois faziam variar muito pouco o cálculo deste gasto. Foi verificado também que o que afeta drasticamente este gasto é o aumento ou queda muito grande no preço do combustível ou um problema mecânico grave que aumente muito o consumo, ou mesmo a adaptação do veículo para rodar com gás por exemplo que pode fazer o custo cair vertiginosamente, afora isso o impacto é mínimo. Testes atuais confirmam que após 3 anos e meio o custo com combustível do mesmo veículo tem variado entre R$ 0,28 e R$ 0,29 por quilômetro rodado atribuídos quase que exclusivamente ao aumento no preço dos combustíveis nos últimos anos.

A aplicação prática dessa informação é a previsibilidade no custo com combustível, a grosso modo, quando o Eder for fazer alguma viagem ou for percorrer qualquer outro percurso ele já saberá de antemão o quanto gastará com combustível bastando multiplicar a quilometragem que pretende rodar por R$ 0,29 quando o percurso for em sua maioria na cidade ou por R$ 0,28 quando o percurso for em sua maioria na estrada, exemplo:

Em uma viagem que ele pretenda rodar 500 km eu posso garantir que ele gastará em torno de R$ 145,00 (500 x 0,29) se rodar mais em trechos urbanos e R$ 140,00 (500 x 0,28) se rodar mais em trechos rodoviários.

 
2 – JANELA DE VENDA

O cálculo do Gasto por Quilômetro Rodado é basicamente uma razão matemática, o quanto se gasta com o veículo é o numerador e a quilometragem rodada é o denominador ou seja, quanto mais se roda com o carro mais o resultado final diminui até chegar a um ponto de estabilidade onde mesmo rodando muito com o carro o valor final não diminui porque proporcionalmente empata com o custo total, ao atingir a estabilidade encontramos o que nós chamamos de JANELA DE VENDA, é o momento que matematicamente fica constatado que o carro atingiu o ponto mínimo de gastos, é o melhor momento de vendê-lo pois é um período transitório e curto, passado esse período os custos voltam a subir porque o preço dos componentes, o preço do combustível, o preço das revisões e de todos os demais custos que sofrerem reajustes puxarão o resultado para cima caso o leitor não rode com o carro quilômetros suficientes para compensar esses custos maiores.

Os cálculos baseados no JAC J2 nos mostraram que a partir de junho até novembro/2014 os 3 índices de Gastos por Quilômetro Rodado vinham baixando mês a mês, batendo recordes de baixa durante 6 meses seguidos, ou seja, atingimos a JANELA DE VENDA. Pois bem, do ponto de vista financeiro e apenas sobre esse prisma em novembro/2014 seria o mês “ideal” para se vender o carro, pois em dezembro de 2014 os custos voltaram a subir interrompendo uma sequência de 6 meses de queda nos custos e que nunca mais voltaram ao mesmo patamar de outrora: GQRM = R$ 0,33 por km rodado | GQRE = R$ 0,63 por km rodado | GQRG = R$ 0,75 por km rodado. O carro estava com quase 2 anos de uso e próximo dos 30 mil km rodados, era o momento certo de vendê-lo no mercado de usados.

 
3 – TOTALIZADOR DE CUSTOS

Além de ser um indicador de CUSTO x BENEFÍCIO e de JANELA DE VENDA, o cálculo do Gasto por Quilômetro Rodado é também um TOTALIZADOR DE CUSTOS.

Atualmente esses são os valores apurados para o Jac J2 que está com 58.021km rodados e que estamos avaliando:
GQRM = R$ 0,40 por km rodado
GQRE = R$ 0,81 por km rodado
GQRG = R$ 0,94 por km rodado

 

Se o leitor quiser saber o montante de dinheiro gasto com o carro durante todo o período de uso (o que já gastou e que deixou de ganhar por aplicar no carro e não no banco) apenas com a desvalorização e com a documentação do veículo (licenciamento, IPVA, etc…) basta que ele pegue o valor atual de GQRM e multiplique pela quilometragem total do carro.

Exemplo: (58.021km x R$ 0,40) = R$ 23.208,40

 

Por outro lado se o leitor quiser saber quanto ele já perdeu de dinheiro com a desvalorização do carro, com documentação e com combustível e manutenção basta que ele pegue o valor atual de GQRE e multiplique pela quilometragem total do carro.

Exemplo: (58.021km x R$ 0,81) = R$ 46.997,01

 

Da mesma forma que se ele quiser saber o total gasto apenas com combustível e manutenção basta que ele subtraia do valor do GQRE o valor equivalente ao GQRM que já vimos é o gasto apenas com desvalorização e documentação.

Exemplo: R$ 46.997,01 – R$ 23.208,40 = 23.788,61

 

E finalmente se o leitor quiser saber quanto ele já perdeu de dinheiro “total”, contabilizando “todos os custos” que ele teve com o carro até o momento basta que ele multiplique o valor atual de GQRG pela quilometragem do carro.

Exemplo: (58.021km x R$ 0,94) = R$ 54.539,74 em 3 anos e 5 meses de uso.

 

Se somarmos tudo o que já foi gasto diretamente com o carro e o que foi perdido por não ter aplicado o dinheiro no banco com o valor de compra chegamos a um total de R$ 86.039,74 e descontando a desvalorização de R$ 9.506,00 que já está computada no cálculo temos um total de R$ 76.533,74 de custo total e o carro vale hoje R$ 21.994,00

 

Ricardo Rico

 

Temos o vídeo de Test Drive do JAC J2 que serviu de base para nossos cálculos e avaliações no nosso canal AVALIA CARROS no YOUTUBE e aqui está ele:

Assunto correlato:

GQR – Gasto por Quilômetro Rodado, clique aqui

Artigos Relacionados

Rico Avalia

3 comentários em “CUSTO x BENEFÍCIO”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Categorias

Arquivo

Enquete

Qual tipo de carro você prefere?
  • Sua opção

Nosso Feed