19/03/2019

carros testados e avaliados

Avaliação | Kia Forte | Multimídia parte 2
NOVO CHEVROLET ONIX
Avaliação | Kia Forte – Cerato | Central Multimídia
Avaliação | Kia Forte – Cerato | 33.940 km
Avaliação | Kia Forte | 33.940 km
previous arrow
next arrow
Slider
Chevrolet Cruze LTZ nossa 12ª sugestão de veículo usado, a primeira de 2017

Em nossa 12ª sugestão de compra de Carro Usado, a primeira de 2017, vamos sugerir para esta semana a compra de um veículo da CHEVROLET, é o CRUZE, desta vez na versão LTZ.

Chevrolet-Cruze-LTZ-2016     2016  x  2012Chevrolet_Cruze_2012

Analisemos os preços:

 

Mês de referência: janeiro de 2017 | Código Fipe: 004469-5
Marca: GM – Chevrolet | Modelo: CRUZE LTZ 1.4 16V Turbo Flex 4p Aut.
Ano Modelo: Zero KM a Gasolina | Autenticação f6qbgrqzydp
Data da consulta sexta-feira, 6 de janeiro de 2017 13:02 | Preço Médio R$ 102.677,00

 

48% desse valor equivale a R$ 49.284,96 e com esse valor você compra esse:

 

Mês de referência: janeiro de 2017 | Código Fipe: 004381-8
Marca: GM – Chevrolet | Modelo: CRUZE LTZ 1.8 16V FlexPower 4p Aut.
Ano Modelo: 2012 Gasolina | Autenticação xf9vzd3h2nj4
Data da consulta sexta-feira, 6 de janeiro de 2017 13:04 | Preço Médio R$ 47.931,00

 

Como podemos observar, com 48% do valor de um Chevrolet CRUZE LTZ zero km é possível comprar o modelo 2012 pois este já desvalorizou mais de 52%.

 

CONHEÇA MELHOR O CRUZE 1.8 com câmbio automático
Eu já aluguei este carro na versão LT, conheça os detalhes como CONSUMO por exemplo clicando aqui

 

Qual é a receita mesmo?

 

FÓRMULA DA DESVALORIZAÇÃO:

(preço do carro “zero km”) x 0,48 = 48% do valor do carro “zero km”

Resumindo, o preço do carro usado que você deseja comprar tem que ser até 48% do preço do mesmo carro “zero km”.

 

Com isso a fórmula demonstra que o valor ideal para o carro usado no Brasil do ponto de vista estritamente financeiro e tributário é aquele que já desvalorizou mais de 52% do seu valor em comparação com o mesmo carro modelo “zero km”.  Sendo 32% referentes a impostos pagos pelo primeiro comprador do carro, 10% referentes à margem de lucro das montadoras e por fim mais 10% referentes à desvalorização pela utilização do veículo.

 

Lembrando que esse método “não contempla carros descontinuados”, uma vez que não existem valores referência para modelos “zero km” de automóveis que não são mais fabricados. Nesse caso específico vale a negociação livre entre vendedor e comprador.

 

Ricardo Rico

 

A sugestão da semana passada:

O valor ideal do carro usado | FLUENCE Dynamique 2.0

Artigos Relacionados

Rico Avalia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Categorias

Arquivo

Enquete

Qual tipo de carro você prefere?
  • Sua opção

Nosso Feed