23/06/2017

carros testados e avaliados

Avaliação | Onix 1.0 LT | Parte 3 – Kit Multimídia

Track Day | com Ford Ka 1.5 Sedan

Avaliando | VM 270 – O Primeiro Veículo Autônomo do Brasil

Avaliação | Onix 1.0 LT | Parte 2

Avaliação | Onix 1.0 LT | 26.550 km

Arrow
Arrow
Slider
Ford Focus Sedã 2.0 nossa 17ª sugestão de compra de carro usado

Em nossa 17ª sugestão de compra de Carro Usado vamos sugerir para esta semana a compra de um veículo da Ford, é o Focus 2.0, na versão sedã com câmbio automático.

 

Antes é preciso esclarecer um ponto importante. Um amigo meu sempre diz: “Todo dia alguém descobre a América” referindo-se àquelas pessoas que sempre trazem à baila alguma ideia “requentada” ou amplamente explorada como se fosse a última novidade do mundo, pois bem, dessa vez foi a Ford que “descobriu a América” e quis empurrar ao mercado uma pseudo-novidade em configuração de carroceria e passou a chamar sua nova versão do Focus Sedã de FASTBACK porque o terceiro volume, no caso o porta-malas, fica meio enrustido como se o modelo não possuísse um porta-malas tradicional de um sedã normal que possui 3 volumes bem definidos (cofre do motor – habitáculo – porta-malas). Inclusive no site da marca ao procurar por Focus Sedã o internauta se depara com a seguinte frase: “Não é um Sedan, é um Fastback”.

 

Confesso que não sei onde a Ford quis chegar com isso, talvez o objetivo fosse dar um ar de sofisticação ao seu novo modelo, isso explica a propaganda que a montadora veiculou em inglês na mídia brasileira no lançamento do carro, e com isso poder cobrar mais caro pelo modelo. O fato é que para quem conhece um pouco mais sobre configuração de carroceria de automóveis essa afirmativa da Ford de que o carro não é um sedã mas um fastback não passa de um embuste, uma enganação, um engodo (os 3 sinônimos para falcatrua foram propositais) pois fastback não passa de uma das denominações dos 3 tipos básicos de carroceira sedã que existem, a saber: três volumes (também chamado notchback), dois volumes e meio (fastback) e sua variação liftback (semelhante a um hatchback alongado).

 

Mas não foi apenas o consumidor comum que como diz o ditado “caiu no conto do vigário”, a FIPE também foi ludibriada e com isso criou um código diferente e específico para esse modelo da Ford mas como podemos observar, apesar das diferenças, todos os 3 tipos existentes são “variações” de uma mesma configuração Sedã, logo, o Ford Focus Fastback é sim um sedã e a Ford mente ao dizer que não é.

 

Esclarecido o imbróglio, a grande confusão ou o mal-entendido vamos enfim à nossa sugestão para essa semana:

Ford-Focus-Sedan-2017-Fastback     2017  x  2013Ford-Focus-Sedan-2013-frente

Analisemos os preços:

 

Mês de referência: fevereiro de 2017 | Código Fipe: 003417-7
Marca: Ford | Modelo: Focus Fastback SE/SE PLUS 2.0 Flex Aut.
Ano Modelo: Zero KM a Gasolina | Autenticação cbf3hqstltfp
Data da consulta sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017 13:23 | Preço Médio R$ 82.285,00

 

48% desse valor equivale a R$ 39.496,80 e com esse valor você compra esse:

 

Mês de referência: fevereiro de 2017 | Código Fipe: 003282-4
Marca: Ford | Modelo: Focus Sedan 2.0 16V/ 2.0 16V Flex 4p Aut
Ano Modelo: 2013 Gasolina | Autenticação r2mstl3fngp
Data da consulta sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017 13:22 | Preço Médio R$ 36.359,00

 

Como podemos observar, com 48% do valor de um Focus Fastback SE/SE PLUS 2.0 zero km é possível comprar o modelo 2013 pois este já desvalorizou mais de 52%.

 

CONHEÇA MELHOR O FORD FOCUS SEDÃ
Eu avalei este carro em 14 oportunidades | 10 vezes o modelo GLX com câmbio automático e por 4 vezes o modelo GLX com câmbio manual | (foi o carro que eu mais aluguei até hoje), conheça os detalhes como consumo por exemplo clicando aqui

 

Qual é a receita mesmo?

 

Fórmula da desvalorização:

(preço do carro “zero km”) x 0,48 = 48% do valor do carro “zero km”

Resumindo, o preço do carro usado que você deseja comprar tem que ser até 48% do preço do mesmo carro “zero km”.

 

Com isso a fórmula demonstra que o valor ideal para o carro usado no Brasil do ponto de vista estritamente financeiro e tributário é aquele que já desvalorizou mais de 52% do seu valor em comparação com o mesmo carro modelo “zero km”.  Sendo 32% referentes a impostos pagos pelo primeiro comprador do carro, 10% referentes à margem de lucro das montadoras e por fim mais 10% referentes à desvalorização pela utilização do veículo.

 

Lembrando que esse método “não contempla carros descontinuados”, uma vez que não existem valores referência para modelos “zero km” de automóveis que não são mais fabricados. Nesse caso específico vale a negociação livre entre vendedor e comprador.

 

Ricardo Rico

 

A sugestão da semana passada:

O valor ideal do carro usado | Prisma Joy 1.0

Artigos Relacionados

Rico Avalia

3 comentários em “O valor ideal do carro usado | Focus Sedã 2.0”

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


* Obrigatório

Categorias

Arquivo

Enquete

Qual tipo de carro você prefere?
  • Sua opção

Nosso Feed