22/09/2017

carros testados e avaliados

Avaliação | Renegade 1.8 | Test Drive parte 2

Avaliação | Renegade 1.8 | Test Drive

Avaliando | Renegade PCD para Pessoas Com Deficiência

Avaliação | Renegade 1.8 | Parte 3 – Kit Multimídia

Avaliando | O que compensa mais, alugar ou comprar?

Arrow
Arrow
Slider
Qual o melhor carro para trabalhar no Uber ou Cabify?
Quanto se ganha para se trabalhar como motorista por aplicativo?

 

A crise está brava e o emprego sumiu, uma alternativa é se cadastrar para trabalhar como motorista de aplicativo como o Uber ou Cabify por exemplo. A internet em geral está forrada de vídeos de pessoas que informam que um motorista por aplicativo chega a ganhar de R$ 6 mil a R$ 7 mil por mês. Mas até que ponto isso é verdade? Será que o negócio é mesmo tão lucrativo assim?

 

Qual é o verdadeiro custo de uma corrida do Uber?

Essa pergunta simples é muitas vezes perdida entre as muitas controvérsias que a empresa de transportes urbanos enfrenta. Em maio a Uber divulgou prejuízo de US$ 708 milhões no primeiro trimestre. O próximo relatório financeiro mostrará uma melhoria adicional nas margens, de acordo com um executivo da Uber, mas a empresa continua a gastar pesadamente em corridas subsidiadas em certos mercados e acionistas levantam dúvidas sobre a capacidade da empresa de gerar lucro. Como o alarme soou na sala de comando, em Hong Kong por exemplo a Uber já elevou suas tarifas mínimas em até 80% após uma revisão.

 

Como vimos a rentabilidade da empresa está afetada e para agradar aos acionistas ela precisará rever suas tarifas, sobretudo aquelas nos mercados onde elas são subsidiadas o que afeta diretamente a rentabilidade do motorista, afinal ao mesmo tempo em que o motorista receberá mais por uma corrida também haverá menos passageiros a serem transportados conforme a tarifa aumenta. É um jogo de gato e rato que deve ser muito bem dosado para que a empresa não afunde, garanta a satisfação de seus motoristas e a felicidade de seus acionistas. O desafio é imenso pois são muitas pessoas que dependem do negócio dar certo.

 

Qual é a rentabilidade real do motorista do Uber?

 

Enquanto a empresa resolve os seus problemas globais de rentabilidade aqui no andar de baixo os motoristas vão se virando como podem. Tenho amigos que trabalham no Uber e todo final de dia voltam para suas casas felizes da vida com os bolsos fartos na ilusão de que lucraram horrores e que o Uber é a melhor coisa do mundo, tomem cuidado com isso.

 

Antes de mais nada é preciso saber quanto o Uber paga por corrida, então vamos lá:

 

1 – Quilometragem:: Em São Paulo por exemplo o UberX, o serviço mais barato da empresa, normalmente cobra R$ 1,40 por km rodado do passageiro mas desconta entre 20 e 25% desse valor e repassa ao motorista entre R$ 1,12 e R$ 1,05 por km rodado

 

2 – Minutagem: Ainda em São Paulo o UberX cobra R$ 0,26 por minuto que o passageiro passa a bordo do veículo mas desconta entre 20 e 25% desse valor e repassa ao motorista entre R$ 0,20 e R$ 0,19 por minuto com passageiro embarcado.

 

Como podemos observar o maior valor recebido é sobre a quilometragem do carro, mais de um real por quilômetro rodado, enquanto a minutagem é quase que desprezada pois representa no valor total recebido pelo motorista menos de um quarto do valor recebido como quilometragem rodada, levando o motorista a acreditar que é desse valor que vem o seu lucro e é ai que ele se engana redondamente. Asseguro a você leitor que é exatamente a minutagem a sua maior fonte de lucro com o Uber, é onde o motorista realmente está ganhando alguma coisa, afinal o valor recebido como quilometragem rodada é gasto quase que totalmente com o próprio carro, é o chamado “Gasto por Quilômetro Rodado” ou GQR para simplificar.

 

Gasto por Quilômetro Rodado e Lucro real:

 

Todo veículo tem um custo, em alguns esse custo é maior em outros é menor mas todos tem um custo e no nosso país ele é bem alto. Quem acompanha o nosso site a mais tempo provavelmente já leu a respeito sobre nossos testes de longa duração o qual determinava o valor do Gasto por Quilômetro Rodado de um veículo e em dezembro de 2016 publicamos o cálculo final dos custos do veículo JAC J2 de nosso até então colaborador Eder Matias, o qual indicava um CUSTO TOTAL de R$ 0,98 por cada quilômetro rodado daquele veículo, confira clicando aqui

 

Ora, façamos as contas, conforme você pode observar acima o custo total de um veículo simples a quase um ano atrás, comprado à vista, chegou em R$ 0,98 por km rodado. Como custo total consideramos exatamente tudo: desvalorização do veículo, licenciamento, IPVA, seguros, manutenção, combustível, estacionamento e gastos extras. Se o carro tivesse sido financiado o custo seria ainda maior. Dessa forma, voltemos ao valor que o UberX reembolsa para cada quilômetro rodado para o motorista e descobrimos que o que realmente sobra do valor que é repassado é algo em torno de R$ 0,07 a R$ 0,14 centavos de real para cada quilômetro rodado, ou seja, se o seu carro fosse um JAC J2 como o do nosso ex-colaborador o seu ganho “real” seria de apenas 70 centavos até R$ 1,40 a cada 10 km rodados ou de R$ 7,00 a R$ 14,00 para cada 100 quilômetros rodados, esse é seu ganho “real” com a quilometragem, o que é irrisório.

 

Tem um amigo meu que trabalha de 10 a 12 horas por dia dirigindo para o Uber, ainda que ele consiga durante essas 10 horas estar com passageiro embarcado em seu carro durante todo o tempo seu ganho seria entre R$ 11,40 e R$ 12,00 por hora efetivamente trabalhada, ou seja, ao final de uma jornada de 10 horas diárias, embolsaria entre R$ 114,00 e R$ 120,00 limpos por dia efetivamente trabalhado, o que resulta entre R$ 684,00 e R$ 720,00 de provento semanal considerando um dia de folga por semana ou entre R$ 2.964,00 e R$ 3.120,00 por 26 dias de 10 horas diárias efetivamente trabalhados no mês.

 

Obviamente que este cálculo pode apresentar diferenças por conta do veículo utilizado ou da tarifação do momento, a tarifa do Uber aumenta em caso de elevação na procura por viagens. O mecanismo, chamado de preço dinâmico, pode dobrar ou triplicar o custo da viagem e por conseguinte o valor a ser repassado ao motorista. Ainda assim o valor recebido é bem próximo do que foi calculado acima, portanto não se iluda mais com vídeos e matérias na internet que informam ganhos muito superiores a estes sob as mesmas condições pois a pessoa que está expondo essas informações com certeza não levou em conta “todos” os custos do veículo.

 

Espero que esse artigo tenha te ajudado a solucionar suas dúvidas, caso contrário deixe o seu comentário no final desta página que em breve responderei.

 

Até a próxima!

 

Ricardo Rico
Membro da equipe Avalia Carros, Ricardo Rico é Instrutor de Trânsito formado pelo CEVAT credenciado pelo DETRAN/SP e também é DOV – Despachante Operacional de Voo.

 

Quer saber qual é o veículo ideal para se trabalhar no Uber?
Acesse:

Avaliando | Qual o melhor carro para se trabalhar por aplicativo?

 

O Avalia Carros é uma iniciativa independente e como tal está aberto às propostas de negociação para parcerias de colaboração e publicidade, caso seja de seu interesse deixe recado nos comentários que entraremos em contato.
Equipe Avalia Carros

Artigos Relacionados

Rico Avalia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


* Obrigatório

Categorias

Arquivo

Enquete

Qual tipo de carro você prefere?
  • Sua opção

Nosso Feed