18/10/2021

carros testados e avaliados

Rodei mais de mil km com o FIAT Argo
FIAT Argo 1.0

 

Como diria um amigo meu do Paraná: – Acabou o sonho, só tem chineque agora!
Brincadeiras a parte, este será o último carro testado no DESAFIO DOS 600 KM e tinha que ser um FIAT, e também tinha que ser um Argo. Tinha que ser um FIAT porque quem acompanha o nosso site sabe que o DESAFIO DOS 600 KM consiste em percorrer o trecho da Rodovia BR 381 Fernão Dias entre São Paulo/SP e Belo Horizonte/MG passando em frente a fábrica da FIAT em Betim/MG. Tinha que ser um Argo porque da primeira vez que ele foi testado no DESAFIO DOS 600 KM, a quase 1 ano atrás, eu não conferi o abastecimento efetuado pela locadora quando peguei o carro além de errar a saída para São Paulo o que contribuiu para que a autonomia do Argo fosse medíocre na viagem de ida para São Caetano do Sul/SP e ele acabou sendo REPROVADO no DESAFIO DOS 600 KM, este novo desafio serve para tirar a prova dos 9.

 

E por que será o ÚLTIMO CARRO TESTADO NO DESAFIO DOS 600 KM?

 

Quem acompanha nosso site sabe que o desafio dos 600 km começou porque eu acabei me mudando para Belo Horizonte por conta do emprego que arrumei na cidade, acontece que a empresa me dispensou na sexta-feira dia 19 de março e foi preciso alugar um carro para trazer minhas tralhas de volta para São Caetano do Sul, ou seja, exceto se eu arrumar outro emprego em Belo Horizonte ou quem sabe a FIAT me contratar para testar e avaliar seus carros, o que eu duvido muito, o DESAFIO DOS 600 KM termina por aqui.

 

O teste e a avaliação ainda não terminaram, o carro está aqui em São Caetano do Sul esperando chegar o dia 29 de março para fazer o caminho de volta para Belo Horizonte quando devolverei o carro na locadora, mas o primeiro trecho já foi realizado. Nesta primeira parte foram 594 km rodados, vamos aos detalhes:

 

Condições do teste:

O período de locação (que ainda está se realizando) foi do dia 22 até o dia 29 de março, e por enquanto o carro rodou em perímetro urbano nas cidades de São Paulo/SP, São Caetano do Sul/SP e Belo Horizonte/MG com muito sol e temperatura média em torno de 29ºC e dessa vez enfrentou trânsito pesado em diversos momentos em alguns trechos da rodovia BR-381 Fernão Dias, chegando até mesmo a ficar completamente parado por 1 hora por conta de acidente na pista.

 

Viajando para São Caetano do Sul:

 

> Sai de Belo Horizonte as 11h43 pelo anel rodoviário.
+ 1:13min
> As 12h56min passei pelo 1º pedágio em Itatiaiuçu/MG no KM 546. São 8 pedágios até São Caetano do Sul todos na BR-381 Rodovia Fernão Dias sendo todos pertencentes a concessionária Autopista Fernão Dias e todos no valor de R$ 2,30. Acabei demorando uns minutos a mais devido afunilamento de pista em alguns trechos devido trabalhos de capinagem das margens da pista.
+ 0:32min
> As 13h28min passei pelo 2º pedágio em Carmópolis de Minas/MG no KM 596
+ 0:10min
> As 13h38min fiz uma parada no GRAAL OLIVEIRA para almoçar. Permaneci 55 minutos parado, saindo as 14h33min
+ 0:29min
> As 15h02min passei pelo 3º pedágio em Santo Antonio do Amparo/MG no KM 659
+ 0:50min
> As 15h52min passei pelo 4º pedágio em Carmo da Cachoeira/MG no KM 733. Demorei uns minutos a mais devido afunilamento de pista em alguns trechos devido trabalhos de recapeamento da pista.
+ 0:41min
> As 16h33min passei pelo 5º pedágio em São Gonçalo do Sapucai/MG no KM 804
+ 0h24min
> As 16h57min fiz uma parada no GRAAL BELA VISTA em São Sebastião da Bela Vista/MG para esticar as pernas e fazer um lanche. Permaneci 35 minutos parado, saindo as 17h32min.
+ 0:54min
> As 18h26min passei pelo 6º pedágio ainda no Estado de Minas Gerais que fica em Cambuí no KM 902. Demorei 19 minutos a mais do que o normal para chegar neste pedágio devido acidente da pista.
+ 1:35min
> As 20h01min passei pelo 7º pedágio este já no Estado de São Paulo que fica em Vargem no KM 007. Demorei 1 hora e 1 minuto a mais do que o normal para chegar neste pedágio devido acidente que bloqueou as duas faixas de rolamento das duas pistas, tanto a de ida quanto a de retorno para Belo Horizonte.
+ 0:10min
> As 20h11min foi preciso parar para abastecer. Eu estava monitorando o consumo de combustível porque este carro já havia sido reprovado anteriormente no Desafio dos 600 km. Deste modo eu já esperava ter que abastecer o carro ainda na rodovia e não deu outra, bastou passar pela cidade de Itapeva/MG, antes mesmo de cruzar a divisa entre os Estados de Minas Gerais e São Paulo e o carro abriu a reserva. Parei em um posto de bandeira PETROBRÁS no KM 025, aproveitei para encher o tanque com Gasolina comum. Permaneci parado por 17 minutos saindo a 20h28min.
+ 0:27min
> Por fim, as 20h55 passei pelo 8º e último pedágio em Mairiporã/SP no KM 066
+ 0:45min
Cheguei em São Caetano do Sul as 21:40min totalizando 9 horas e 57 minutos de viagem. Descontando 1 hora e 30 minutos que permaneci parado nos dois pontos de parada, mais 1 hora e 1 minuto por conta do acidente que fechou ambas as pistas mais 17 minutos que permaneci parado no posto de combustível para abastecimento do carro e a viagem durou ao todo 7 horas e 9 minutos. Sai de Belo Horizonte com 43345 km marcados no odômetro do carro e cheguei com 43.938 km, ou seja, rodei 593 km. Uma média de 82,9 km/h.

 

Neste momento eu reparei uma coisa estranha neste carro, explico: em uma locação anterior com um Gol modelo 2019 a quilometragem ficou em 599 km rodados (consulte o artigo anterior sobre o Volkswagen Gol 2019 na íntegra clicando aqui) Já quando aluguei um Gol que era ano 2020 a diferença foi de 7 km a menos (consulte o artigo anterior sobre o Volkswagen Gol 2020 na íntegra clicando aqui) Eu desconheço completamente a causa da diferença de marcação apresentada naquele carro e para tirar a dúvida eu entrei com os dados da rota no Google Maps que indicou 596 km, ou seja, o carro rodou na verdade 596 km apesar de marcar apenas 592 km. Resumindo, o Gol 2020 não marcou corretamente a quilometragem que o carro rodou. O mesmo ocorreu agora com este FIAT Argo. Resta saber se é um problema desta unidade específica ou se todo FIAT Argo tem esse problema. Curiosamente aquele Gol 2020 registrou praticamente a mesma quantidade de quilômetros rodados que um Onix LT1 locado anteriormente (consulte o artigo anterior sobre o Chevrolet Onix LT1 na íntegra clicando aqui) o que nos permite suspeitar que seja o mesmo fornecedor da peça responsável por registrar os quilômetros que o carro roda tanto na Chevrolet quanto na Volkswagen e na FIAT. Outro carro igualmente problemático na questão da quilometragem rodada é o Sandero que registrou uma quilometragem menor ainda para esse trajeto, para o Sandero (o qual eu ainda não tive oportunidade de locar novamente para tirar a dúvida) esse mesmo trecho tem apenas 588 km (consulte o artigo sobre o Renault Sandero na íntegra clicando aqui) vai entender.

 

Total gasto com pedágio: R$ 18,40

 

A avaliação do carro em números:

 

Custo efetivo da locação: A locação do veículo ficou em R$ 794,11 sendo 7 diárias de R$ 230,90 cada uma com desconto de 72,59% ou R$ 167,61 totalizando R$ 63,29 cada, mais 7 proteções básicas (roubo/furto/colisão/incêndio) de R$ 28,00 cada uma, mais 7 proteções a terceiros de R$ 10,00 cada uma mais 12% de taxa administrativa no valor de R$ 85,08.

 

Quanto a locadora, voltei a optar pela Localiza uma vez que é a locadora mais próxima de casa além de dividir o aluguel em 10 parcelas. É amigos, foi preciso recorrer a Localiza nesta despedida de Belo Horizonte.

 

Consumo efetivo apurado: Desta vez foi preciso conferir o abastecimento efetuado pela locadora porque bastou rodar apenas um único quilômetro para que uma “barrinha” da escala do marcador de combustível do painel do carro sumisse, logo, eu suspeitei que o veículo não se encontrava de fato com o tanque de combustível realmente cheio. E não deu outra: Ao parar no posto de combustível para abastecer, posto ALMADA & CIA – bandeira Ipiranga – localizado na Rua Jacuí, 3880 – bairro Ipiranga – Belo Horizonte – MG, entraram 6,5 litros de etanol no tanque até o destravamento da bomba de combustível totalizando R$ 26,81 com o etanol a R$ 4,125 o litro. A quilometragem no momento do abastecimento era de 43.345 km

 

Como informado anteriormente ainda na rodovia Fernão Dias foi preciso abastecer o carro, parei no posto Brasil Grill de bandeira Petrobrás localizado na Rodovia BR-381 Fernão Dias KM 025 – Bragança Paulista/SP para abastecer e entraram 42,3 litros de gasolina no tanque até o destravamento da bomba de combustível totalizando R$ 228,11 com a gasolina a R$ 5,393 o litro. A quilometragem no momento do abastecimento era de 43.856 km, ou seja, eu rodei 511 km com o que tinha dentro do tanque (que nunca sabemos o que tem dentro quando pegamos o carro na locadora porque ele já vem com tanque cheio), ainda assim a média foi de 12,1 km/l em percurso 595-M (5% em perímetro urbano com limite máximo de velocidade de 60 km/h e 95% em rodovia com limite máximo de velocidade variável de 80 a 110 km/h, com ar condicionado desligado e M de carga média de 2 ocupantes com bagagem na maior parte do tempo).

 

Desafio dos 600 km

 

O FIAT Argo foi REPROVADO novamente no desafio dos 600 km, porque ele não foi capaz de rodar 600 km com o combustível que havia no tanque quando da entrega do carro pela locadora. Apesar de que no momento do abastecimento em Bragança Paulista ainda continham 5,7 litros de combustível no tanque uma vez que o tanque do FIAT Argo tem capacidade para 48 litros e no momento do abastecimento entraram 42,3 litros. A explicação plausível é que a reserva do tanque do carro da FIAT é maior que a média dos demais carros das outras montadoras, ele deve ter uma reserva de 10 litros enquanto a reserva da maioria dos carros é de 5 litros em média, por isso o carro abriu reserva tão cedo e mesmo assim ainda continha mais de 5 litros de combustível no tanque no momento do abastecimento. A montadora deve ter optado por uma reserva de combustível maior para preservar a bomba de combustível que precisa estar mergulhada no combustível para trabalhar em uma temperatura ideal, sim, o próprio combustível resfria a bomba. Apesar disso, esses 5,7 litros não seriam suficientes para chegar em São Caetano do Sul, uma vez que ainda faltavam 81,9 km para chegar em casa e pelo consumo apurado de 12,1 km/l esses 5,7 litros de combustível seriam suficientes para rodar apenas 69 km, iriam faltar 12,9 km ou pelo menos mais 2 litros de combustível considerando que eu precisaria chegar ao posto de combustível para abastecer. Apesar de ter um motor moderno de 3 cilindros este desempenho se deve ao câmbio de apenas 5 marchas que mantem a rotação do motor em torno de 3.900 rpm a uma velocidade média de 110 km/h, confira:

 

Avaliando as rotações do motor do FIAT Argo 1.0

 

Um câmbio de 6 marchas ajudaria a reduzir o ruído do motor e melhoraria o consumo como no Onix Joy por exemplo, que possui câmbio de 6 marchas apesar de possuir um motor ultrapassado. Por fim, outro problema do FIAT Argo é o tanque de combustível de 48 litros sendo que o Onix Joy possui um tanque de 54 litros, isso também reduz a autonomia e faz com que o FIAT Argo seja reprovado no desafio dos 600 km.

 

Considerações:

 

O FIAT Argo tem algumas soluções interessantes como 2 entradas USB por exemplo, confira:

 

Avaliando as entradas USB do FIAT Argo 1.0

 

Esta acima fica abaixo dos botões do controle do sistema de ar condicionado e esta outra abaixo fica atrás da alavanca do freio de estacionamento:

 

Avaliando as entradas USB do FIAT Argo 1.0

 

Esta solução é bem interessante porque enquanto uma das entradas pode estar sendo utilizada para reproduzir músicas por exemplo a outra pode ser utilizada para recarregar o celular. E dessa vez não tive problema algum em “plugar” o meu aparelho de MP3 “gordinho” e ouvir minhas músicas preferidas, explico: em quase todos os carros que aluguei durante o ano de 2020 e neste ano de 2021 eu não tive problema algum em “plugar” o meu aparelho de MP3 na multimídia ou nos rádios dos carros alugados e assim poder ouvir minhas músicas preferidas, afinal são mais de 600 km entre São Caetano do Sul e Belo Horizonte então é preciso ter bastante áudio previamente gravado para enfrentar de 7 a 8 horas de viagem. Acontece que tive sérios problemas com a multimídia de um Volkswagen Polo que aluguei anteriormente sendo obrigado a viajar a maior parte do tempo com o sistema de som desligado optando por eu mesmo cantar alguma música quando dava na telha. (consulte o artigo sobre o Volkswagen Polo na íntegra clicando aqui)

 

Incoerências:

 

A unidade locada possuía travas de segurança para o tapete do lado do motorista, confira:

 

Avaliando a trava de segurança do tapete do Argo 1.0

 

Mas o tapete não, ou seja, o tapete do lado do motorista não era o original do carro. De novo uma economia porca na hora da compra do carro, optando-se por um tapete genérico, que não o original de fábrica, vagabundo e inseguro, confira:

 

Avaliando o tapete do lado do motorista do FIAT Argo 1.0

 

Como ocorrido na locação anterior do Argo, foi preciso inverter a posição do tapete, colocando a parte que normalmente fica sob a pedaleira para baixo do banco do motorista, isto porque para entrar em funcionamento o motor do carro exige que se pise até o final do curso da embreagem o que em alguns momentos o tal tapete impedia tal procedimento porque ele escorregava para debaixo do pedal da embreagem impedindo o acionamento por completo da mesma.

 

E assim termina a primeira parte desta avaliação. Aguarde a segunda parte!

 

Ricardo Rico
Membro da equipe Avalia Carros, Ricardo Rico é Instrutor de Trânsito formado pelo CEVAT credenciado pelo DETRAN/SP e também é DOV – Despachante Operacional de Voo.

 

Este carro já foi testado e avaliado anteriormente em nosso site, quer ver como foi a avaliação anterior?
Acesse:

Avaliação | FIAT Argo | Test Drive Estendido 2

 

O Avalia Carros é uma iniciativa independente e como tal está aberto às propostas de negociação para parcerias de colaboração e publicidade, caso seja de seu interesse deixe recado nos comentários que entraremos em contato.
Equipe Avalia Carros

 

Rico Avalia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Arquivos

Nosso Feed