24/01/2021

carros testados e avaliados

Avaliando o Volkswagen Gol 1.6 2020
Volkswagen Gol

 

No começo da pandemia, por volta do dia 9 de março, o dólar estava cotado a R$ 4,60. As incertezas sobre a economia aumentaram com a proliferação do coronavírus. Quando é assim, os investidores correm para seus tradicionais portos-seguros: ouro e dólar. No final do ano o dólar estadunidense fechou 2020 com um rendimento de 29,46%. Mas afinal, este artigo é sobre carro ou sobre moeda? Os dois!

 
Vamos reescrever o parágrafo acima para melhor entendimento: No começo da pandemia, por volta do dia 9 de março, entre os Hatchbacks populares, o Gol havia vendido no último mês 5.944 unidades, menos que Chevrolet Onix (17.652), menos que Hyundai HB20 (8.420), menos que Ford Ka (8.183). As incertezas sobre a economia aumentaram com a proliferação do coronavírus. Quando é assim, os consumidores correm para seus tradicionais portos-seguros: Onix e Gol. No final do ano o Gol fechou 2020 com um aumento de 5,41% nas vendas sobre seu concorrente direto o Ford Ka. O Gol vendeu 71.153 unidades e o Ford Ka 67.501.

 

Você leitor deve estar se perguntando: – E o que tem de mais nisso? Muita coisa envolvida. O Ford Ka iniciou 2020 vendendo mais que o Gol, confira:

 

VENDAS – VW GOL x FORD KA

2020 (em unidades vendidas) VW Gol Ford Ka
Janeiro 6.030 7.334
Fevereiro 5.944 8.183
Março 5.681 7.103
Abril 1.648 1.842
Maio 1.616 1.719

 

Esses números foram obtidos no site Autoo e para conferir os dados apresentados ou consultar a venda de outros carros, acesse a fonte (clicando aqui)

Em Janeiro o Ka vendeu 1.304 unidades a mais que o Gol, já em Fevereiro a diferença subiu para 2.239 unidades, mas em Março quando começou a pandemia a diferença caiu para 1.422 unidades e foi caindo até chegarmos em Maio com o Ka vendendo apenas 103 unidades a mais.

 

A hora da virada

 

VENDAS – VW GOL x FORD KA

2020 (em unidades vendidas) VW Gol Ford Ka
Junho 3.908 3.404
Julho 4.427 4.259
Agosto 7.912 4.617
Setembro 9.134 5.956
Outubro 8.473 7.492
Novembro 8.400 7.526
Dezembro 7.980 8.066

 

Esses números foram obtidos no site Autoo e para conferir os dados apresentados ou consultar a venda de outros carros, acesse a fonte (clicando aqui)

Perceba que as vendas do Gol são maiores que a do Ka mês a mês, até que somente em Dezembro o Ka consegue reverter e vender apenas 86 unidades a mais que o Gol. Mas já era tarde demais, essa recuperação pífia não afetou a posição no ranking de vendas e o Gol fechou o ano de 2020 como o terceiro hatchback popular mais vendido do ano.

 

Não haveria nada demais se o Gol não tivesse mais de 40 anos no mercado e não fosse o carro mais raiz que eu conheço, no modelo mais simples o carro não tem nada. Se a marca Jeep não fosse da FIAT poderíamos dizer que o Volkswagen Gol é um jipe, e no sentido figurado é mesmo. O carro não tem “fru-fru”, não tem “sensorzinho” de ré, disso ou daquilo, não tem porta-trecos para tudo quanto é lado, não tem auxiliar de saída de rampa ou mesmo de estacionamento, não tem luxo algum, é o básico do básico, chega a ser um milagre ele possuir sistema de ar condicionado, mas é robusto e confiável, é o típico “carro de macho” como dizem por ai, ou “pau para toda obra”, sem frescura. Muito raramente se vê um Volkswagen Gol em cima de um guincho plataforma. É por isso que vende tanto mesmo sendo “totalmente ogro” quase um “dinossauro” em termos automobilísticos.

 

É como o dólar no mercado financeiro, existe uma infinidade de investimentos “gourmet” por ai, mas quando o cinto aperta de verdade corre-se para aqueles super tradicionais que passam uma mega segurança: o ouro ou dólar. No mercado automobilístico corre-se para o Gol, o dólar brasileiro. O Gol é como dizia-se antigamente: “é um cheque visado” (termo usado quando o cheque tinha garantia de pagamento pelo banco emissor), o único carro que se vende com certa facilidade neste país, afinal já foram vendidas mais de 2 milhões de unidades de Gol no Brasil nos últimos 12 anos, o único a atingir este patamar de vendas. Como dizem por ai, o Gol é foda!

 

A Volkswagen deveria renomear as versões: o Gol básico deveria se chamar SHREK, o Gol intermediário FIONA e o Gol TOP DE LINHA (se é que existe) deveria se chamar ENCANTADO. Afinal não adianta nada o carro ser cheio de recursos eletrônicos que não servem para nada ou pior, só servem para dar pane. Já aluguei carro cujo computador de bordo te abandona na hora que você mais precisa, outros são cheios de recursos que só servem para distrair o motorista, como um que aluguei com pane no sistema de monitoramento dos pneus, ou te dar dor de cabeça, como um que aluguei cujo o sistema de ar condicionado tinha vontade própria. É como diz o ditado: “menos é mais” quanto menos recursos mais sossego e menos chateação. Parece que não, mas ainda tem muita gente que gosta de um carro assim, simples e prático. A prova está ai: Gol, o terceiro “hatchback popular” mais vendido do Brasil em 2020.

 

E assim termina esta matéria. É isso ai pessoal, até a próxima!

 

Ricardo Rico
Membro da equipe Avalia Carros, Ricardo Rico é Instrutor de Trânsito formado pelo CEVAT credenciado pelo DETRAN/SP e também é DOV – Despachante Operacional de Voo.

 

Eu já testei e avaliei este carro anteriormente, quer ver como foi?
Acesse:

Avaliação | VW Gol | Test Drive Estendido

 

O Avalia Carros é uma iniciativa independente e como tal está aberto às propostas de negociação para parcerias de colaboração e publicidade, caso seja de seu interesse deixe recado nos comentários que entraremos em contato.
Equipe Avalia Carros

 

Rico Avalia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Arquivos

Nosso Feed